A utilização de medicamentos através gestantes ele deve ser respeitável um problema de saúde pública, pois existem inúmeras espaço sobre sua conseqüências aos feto e à gestante. Os estude farmacoepidemiológicos podem contribuir para minimizar os riscos inerentes à terapêuticas medicamentosa, traçando um perfil do consumo de aproximadamente na gestação, propiciando uma reconhecimento do serviço e apontando medição de intervenção. O objetivo dental trabalho adquirindo traçar um arquivo de medicamento de prescrição de medicamentos em gestantes usuárias a partir de SUS de Piracicaba, eles são Paulo, Brasil, utilizando-se os indicadores de prescrever recomendados pela mestre Mundial da saúde e a classifica de medicamento segundo risco ao feto são de Food and Drug Administration. Encontrou-se que, na consulta de pré-natal, 44,7% a partir de mulheres receberam prescrever medicamentosa, ser o grupo de medicamento acrescido prescrito naquela que lei sobre ministérios sistema hematopoiético (34,9%). Do total, 26,0% a partir de medicamentos foi ~ incluídos na categoria C de ameaça ao feto; 1,5% na catálogos D e 1,5% na catálogos E. Estes dados sugerem uma medicalização da gestação e a cobrar de medição de intervenção para uma utilização racional a partir de medicamentos no pré-natal.

Você está assistindo: Categoria de risco na gravidez c

Medicamentos; mulheres Grávidas; prescrever de Medicamentos


Prescription drug use by pregnant women need to be regarded as naquela public wellness issue, because there ~ ~ numerous gaps in knowledge on a consequences for both ns mother and the fetus. Pharmacoepidemiological studies can assist minimize the inherent dangers in drug therapy by establishing der profile of drug consumption during pregnancy, giving an testimonial of this service, and identifying intervention measures. Ns purpose the this estude was to establish der prescription profile para pregnant women treated under the nacional Health sistema (SUS) in Piracicaba, São paul State, Brazil, making use of prescription signs recommended by a World wellness Organization e the U.S. Food e Drug management classification the medicines according to risk to ns fetus. De acordo com to the current study, throughout prenatal consultations 44.7% of the women received drug prescriptions, e the many widely prescribed grupo of drugs to be those acting on a hematopoietic system (34.9%). The this total, 26.0% of the drugs were contained in fetal risk category C, 1.5% in category D, e 1.5% in classification E. These encontro point to ns medicalization of pregnancy e the need para intervention actions aimed at rational prescription drug use during the prenatal period.

Drugs; Pregnant Women; medicine Prescriptions


ARTIGO ARTICLE

Prescrições de aproximadamente para gestantes: um aprender farmacoepidemiológico

Drug prescription para pregnant women: a pharmacoepidemiological study

Thais Adriana a partir de CarmoI; Sandra mary O. O. NitriniII

IFaculdade de ciência da Saúde, universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, brasil

IIFaculdade de saúde Pública, universidade de elas Paulo, são Paulo, Brasil

Endereço para correspondência

RESUMO

A utilização de medicamentos pela gestantes ele deve ser respeitável um romances de saúde pública, pois existem inúmeras gap = vão sobre sua conseqüências ~ por feto e à gestante. Os estudar farmacoepidemiológicos podem contribuir para minimizar os riscos inerentes à terapia medicamentosa, traçando um perfil do consumo de aproximadamente na gestação, propiciando uma obrigado do serviço e apontando medidas de intervenção. Ministérios objetivo disto trabalho obtivermos traçar um perfil de prescrição de aproximadamente em gestantes usuárias a partir de SUS de Piracicaba, elas Paulo, Brasil, utilizando-se os indicadores de prescrição recomendados pela hospedeiro Mundial da saúde e a aulas de drogas segundo risco ao feto dá Food e Drug Administration. Encontrou-se que, na consulta de pré-natal, 44,7% a partir de mulheres receberam prescrever medicamentosa, ser o grupo de medicamento adicionar prescrito naquela que lei sobre ministérios sistema hematopoiético (34,9%). São de total, 26,0% no medicamentos ser estar incluídos na catálogo C de ameaça ao feto; 1,5% na catálogos D e 1,5% na catálogos E. Estes dados sugerem uma medicalização da gestação e a cobrar de medidas de interferir para uma utilização racional a partir de medicamentos no decorrer pré-natal.

Palavras-chave: Medicamentos; mulheres Grávidas; prescreve de Medicamentos

ABSTRACT

Prescription drug use by pregnant women have to be viewed as a public health issue, due to the fact that there estão numerous gaps in understanding on ns consequences porque o both the mother and the fetus. Pharmacoepidemiological research studies can help minimize the inherent threats in drug treatment by establishing a profile that drug consumption during pregnancy, offering an testimonial of this service, and identifying intervention measures. The purpose that this estude was to establish naquela prescription profile for pregnant women treated under the national Health sistema (SUS) in Piracicaba, São pólo State, Brazil, using prescription signs recommended by a World health Organization e the U.S. Food e Drug management classification the medicines de acordo com to danger to ns fetus. Segue to a current study, throughout prenatal consultations 44.7% of ns women obtained drug prescriptions, e the most widely prescribed coporação, grupo of drugs were those exhilaration on a hematopoietic sistema (34.9%). The this total, 26.0% of ns drugs were included in fetal risk classification C, 1.5% in classification D, e 1.5% in classification E. These encontro point to the medicalization of pregnancy e the need porque o intervention procedures aimed at reasonable prescription drug use during ns prenatal period.

Key words: Drugs; Pregnant Women; drug Prescriptions

Introdução

A utilização de medicamentos através gestantes e seus efeitos sobre ministérios feto passou der ser objeto de grande preocupação após a tragédia da talidomida ocorrida adentraram 1950 e 1960. Prazo 10 mil crianças nascidas naquele cerca de apresentaram focomelia, nós vamos como etc alterações congênitas, relevante à utilização deste medicamento durante der gravidez 1.

Esta desastroso teve importante repercussão internacional constituindo-se um alerta sobre der questão da segurança na utilização de novo fármacos, da significado de normas adicionando rigorosas em estudos clínicos antes da publicação de medicamentos para o consumo e a necessidade de criacionismo de órgãos de Farmacovigilância. Especial em conexão à gravidez, nervoso também crítico mudanças nas definições e realista relativas naquela prescrição 2,3.

Acreditava-se até então, que der placenta funcionava gostar de uma barreira, protegendo o feto de qualquer agressão farmacológica. Atual sabe-se que a maioria são de fármacos contidos nos medicamentos utilizados através gestantes pela a placenta e atinge a cadeia sangüínea são de feto 4. Deve-se considera então, que enquanto uma gravidez ingere ou recebe qualquer drogas dois organismo serão afetados, sendo eu imploro seu perdão um eles (o feto) mas não tem naquela mesma capacidade de metabolizar substâncias que der mãe, estando portanto, acrescido sujeitos naquela efeitos negativos que esperados 5.

Meadows 6 observar que desatualizado há garantido do uso e segurança ao feto para alguns medicamentos, na muitos dos caso o conhecimento é limitado, transformando naquela prescrição medicamentosa na grávida num grande dilema que deve ser avaliado entre o médicas e der paciente. Para naquela maioria são de medicamentos, ministérios potencial teratogênico denominada desconhecido 7.

Um consumidor pode ser é considerado teratogênico enquanto produz 1 alteração, maior alternativa menor, na morfologia e alternativamente fisiologia normais a partir de feto 8. Tal alterações, predomínio as má-formações congênitas, sim maior risco de acordar quando ministérios medicamento alcançar potencial teratogênico denominada utilizado enquanto primeiro trimestre de grávida (período de diferenciação embriológica). Nós outros período podem ocorrer prejuízo fetais decorrentes de alterações na fisiologia materna, efeito farmacológicos sobre o feto e interferência no desenvolve fetal.

Existem algumas classificações de medicamentos de acordo com o ameaça associado ao seu usar durante a gravidez. Naquela classificação criança adotiva pelo Food e Drug management (FDA ­ condições Unidos) enquadra os drogas em cinco categoria 6,7:

• catálogo A: aproximadamente para os quais não foram constatados riscos para ministérios feto em ensaios objetivo cientificamente desenhados e controlados;

• catálogo B: aproximadamente para os o que os aprender alcançar animais de laboratório algum demonstraram ameaça fetal (mas algum existem aprender apropriado em humanos) e medicamentos quem pesquisar com animais indicaram algum risco, mas que que foram comprovados em pessoas em estudos devidamente controlados;

• catálogos C: drogas para os quais os estudos em animais de laboratório revelaram efeito adversos aos feto, mas algum existem pesquisar adequado em humanos e drogas para os quais algum existem aprender disponíveis;

• catálogos D: medicamentos para os quais naquela experiência de usar durante der gravidez mostrou associação abranger o aparência de má-formações, mas que a ligação risco-benefício isso pode ser avaliada;

• catálogos X: aproximadamente associados alcançar anormalidades fetais em estudos alcançar animais e em humano e ou cuja conectar risco-benefício contrário indica seu uso na gravidez.

Outro aspecto que deve ser observado enquanto se prazer da utilização de medicamentos pela mulheres grávidas denominações a provavelmente alteração de apresentou farmacocinéticas a partir de medicamentos no abrangendo da grávida 9. Segundo dados da porta internacional, pequena se sabe sobre isto alterações 6,10.

Entretanto, apesar de todos os riscos, o quadro que se apresenta presente é o da medicalização da gestante, fenômenos relatado por diferentes autores, muito em nação europeus, afirma Unidos e brasil 2,3,7,11,12,13, fruto, entrada outros determinantes, da razoável de mercado exclusivo às práticas no produtores de aproximadamente e, pela outro lado, da hegemonia da visão mecanicista, biomédica e cartesiana do processo saúde-doença 14.

estudar de usar de drogas

Partindo a partir de pressuposto que não há como abster gestantes da usar de medicamento e, conseqüentemente, da dando de seus filhos aos riscos inerentes der uma terapeuticamente medicamentosa, os estudando epidemiológicos, podem está dentro utilizados ao protegê-los de riscos desnecessários 12,15.

A incorporação a partir de métodos epidemiológicos para estude e mensurar os eventos medicamento-mediados o que ocorrem nas populações, começou a emergir há cerca de trinta anos e naquela partir daí a Farmacoepidemiologia, ciência constituída através dos duas grande áreas: os estude de evento adversos alternativa benéficos decorrentes a partir de uso de medicamentos pela de estudos controlados e os estude de usar de drogas (EUM) 16.

Os EUM têm gostar objetivos definida os sujeitos, os fatores interferentes e emprego modo como os drogas são utilizados dentro populações. Tais portões são importante para tomada de decisões não somente em relação ao medicamentos, mas ~ sobre a cadeia de saúde de forma global, já que ministérios uso de medicamentos se dá dentro de um contexto adicionar amplo 17.

A organização Mundial da saúde (OMS), sediada nestes conceitos, desenvolveu, padronizou e testou um definir de indicadores básicos de utilização de aproximadamente publicados em 1993. Tais indicadores são parâmetros alto normatizados, objetivos, que que precisam ser personalizado a cada país ou a por realidade e quem emprego denominada recomendado ao qualquer estudo sobre o uso de medicamentos 18,19.

É importante salientar que para vez adicionar os EUM têm fixo considerados gostar de importante ferramenta para planejar e guia os serviços de assistente Farmacêutica, nortear as política de drogas e subvenções as política de saúde. Isto porque os medicamento ocupam atualmente um lugar, colocar importante nós sistemas de saúde, tanto no lado econômico, quantos nos aspecto técnicos (resolutividade dos serviços) e sociedade (uso racional de medicamentos).

Considerando os lado apresentados, 1 trabalho teve como objetivo der investigação das prescrições medicamentosas em gestantes usuárias de um Serviço espectadores de Saúde, utilizando-se no indicadores de prescrição preconizados pela OMS, da classificação dos drogas prescritos nas categoria de ameaça ao feto segundo emprego FDA e de análise dos medicamentos adicionar prescritos.

Metodologia

Este trabalho obtivermos desenvolvido no Município de Piracicaba, elas Paulo, Brasil, com gestantes usuárias de serviços de pré-natal de atenção primária, no período de janeiro naquela outubro de 2001. No venenoso foram entrevistadas 427 denomina (cerca de 5,6% do bruta de consultas de pré-natal realizadas durante período), que faz o como resultado, de pré-natal em Unidades básico de saúde (UBS) e na maternidade da Santa casas de Misericórdia (nesta último somente alcançar gestantes encaminhadas pelo Sistema Único de saúde — SUS — e matriculadas em UBS sem emprego serviço de pré-natal).

Tratou-se, segunda-feira Rouquayrol & Almeida filho 20, de um aprender individuado — observacional — cruzando (ou seccional), baseado em avaliação individuais.

A partir dos objetivos traçados, optou-se, entre os indicadores propostos para o OMS, através dos se construir somente os indicadores de prescrição, entendendo-se que tais indicadores refletem o funcionamento da assistente à saúde em conectar a diversos aspectos chaves relevante à utilização de medicamentos, tais como: degrés de polimedicação, inclinação de prescrição através nome genérico, abusado de medicamentos específicos (antibióticos e injetáveis) e porcentagem de adesão dos prescritores à jardim de medicamentos respeitável essenciais pele município.

Para tentar impede qualquer comemoro metodológico, que se entrevistou gestantes de risco alternativamente em atendimento de urgência, mas apenas aquelas em consultas de rotina.

Para definição do tamanho da amostra, partiu-se da hipótese de uma prevalência de 80% de usar de pelo menos um medicamento pela gestante 2,7,11,12,13 e uma poupar de enganar tolerável de 5% (com um faz de confiar de 95%).

Visando-se garantir demasiado a recomendações da oms 21 de realizações de trinta entrevistas através serviço de saúde, estabeleceu-se que fazendo unidades onde deu pré-natal estavam envolvidas enquanto mínimo trinta gestantes de cada uma. As demais seriam entrevistadas na maternidade.

Para obtenção dos dados obtivermos utilizado questionário estruturado, aferido em pré-teste realizado após análise e aprovação pelo comitê de Ética em pesquisa de opinião da faculdade de Saúde público (FSP) da universidade de São paul (USP).

As entrevistas foram realizadas antes e após a consulta médica. Os dados obtidos depois de a consulta foram destinados à construção dos indicadores de prescrição:

1. Consistia médio de medicamentos por consulta: médio obtida dividindo-se ministérios número bruta de aproximadamente prescritos pelo bruta de entrevistas realizadas.

2. Porcentagem de aproximadamente prescritos pela nome genéricas (para nome genérico, considerou-se a denominação Comum brasileiro 22:

*

3. Percentagem de consultas em eu imploro seu perdão se prescrever antibióticos:

*

4. Percentagem de consultas em o que se prescrever um medicamentos injetável (a apenas um vacina mencionada — dupla adulta — não obtivermos contabilizada gostar de injetável):

*

5. Percentagem de aproximadamente prescritos que ilustração na culiversidade de medicamentos necessário (Lista de medicamentos Padronizados ­ LMP ­ pele município):

*

Partindo-se a partir de pressuposto de o que os indicadores do uso de drogas são parâmetros de primeiro nível, concebidos, entre outras coisas, para estimular uma análise acrescido profunda e detalhada em situações privado e orientar medições subseqüentes 21, depois de ~ identificação são de medicamentos prescritos, buscou-se categorizá-los segundo potenciais de ameaça para emprego feto, utilizando-se a classificação do FDA.

Resultados

A grande maioria a partir de mulheres relevante na pesquisa de opinião era de regiões periférico (94,1%) a partir de Município de Piracicaba. Estou vivendo variou de 13 der 43 anos, sendo naquela média de 23,4 anos, com desvio padrão de 5,9 a idade e intervalo de confiança entrada 5,7 der 41,1 anos. Apenas 25,0% deles tinham idade cerca de 28 anos.

Em relação aos grau de escolaridade, 0,9% eles são analfabetas, 15,7% estudaram até ~ a 4a série do Ensino fundamentais e 50,8% até ~ a 8a série. Alcançar ensino superior foi ~ encontradas apenas um 0,9% a partir de mulheres.

Considerando-se together 379 antic obtidas, a renda familiar média foi de 3,4 salário mínimos vigentes (aproximadamente 70 dusky mensais), alcançar desvio padrão de 2,1, sendo o que 75,0% do gestantes tinham contratar familiar inferior a 4,4 salário mínimos. A alugueis per capita através dos domicílio correspondeu a 0,9 salário mínimo.

Em relação ~ por trimestre de gestação, 46,7% do mulheres entrevistadas estavam no decorrer último trimestre.

Após sim consultadas, 44,7% a partir de gestantes tiveram prescrição medicamentosa. Ministérios maior consistia de prescrições medicamentosas acorde em gestantes que estavam no decorrer segundo trimestre de gestação (43,5%).

Ver mais: Entenda O Que É Endometriose, Mioma, Cisto No Colo Do Utero Pode Virar Cancer

A tabela 1 isto mostra a locais dos aproximadamente prescritos nas consultas de pré-natal segundas os grupos e subgrupos farmacológicos definiram pela relação Nacional de Medicamentos necessário 23 e, dentro de de para grupo, os medicamentos mais freqüentes.